Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Marena deve chefiar órgão estratégico para investigações internacionais

Marena deve chefiar órgão estratégico para investigações internacionais
COMPARTILHE

Érika Marena é cotada para assumir o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI).

Uma das principais coordenadoras da Operação Lava-Jato em Curitiba, a delegada da Polícia Federal Érika Marena é cotada para chefiar o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI).

O órgão do Ministério da Justiça será estratégico no combate a crimes internacionais, peça fundamental da agenda anticorrupção que deverá ser implementada pelo futuro ministro Sergio Moro.

A informação foi confirmada ao jornal O Globo por duas fontes que acompanham a montagem da futura equipe do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro.

A delegada, que até semana passada era superintendente da PF em Sergipe, almoçou nesta segunda-feira (19) com Moro na sede do gabinete de transição em Brasília.

Érika foi nomeada para integrar a equipe do futuro ministro, conforme noticiou a Renova Mídia.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE