- PUBLICIDADE -

Marina é o plano B de Fernando Henrique Cardoso

- PUBLICIDADE -

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) está bastante preocupado com o atual cenário político brasileiro.

Em entrevista para o jornal O Globo, o tucano FHC declarou:

Como o povo está na pior e com raiva dos políticos, não será fácil fazê-lo votar em um candidato tradicional. Daí o risco de autoritários e demagogos irem para o segundo turno.

O ex-presidente também admitiu a possibilidade da candidatura de Geraldo Alckmin se espatifar:

A despeito do repetitivo ‘O Geraldo não decola,’ ele terá votos, pois o PSDB tem estrutura nacional e ele é claro e firme nas respostas. Isso será suficiente para chegar ao segundo turno? Não dá para saber.

Por isso mesmo, FHC escolheu Marina Silva como plano B:

A Marina tem uma história que, se bem explorada, pode permitir-lhe ser competitiva. A esta altura do campeonato não convém fechar portas.

Sobre a possibilidade de união entre PSDB e Rede, Fernando Henrique Cardoso dá a senha:

A esta altura do campeonato não convém fechar portas.” Ele ressalva que “tudo vai depender” do desempenho de cada candidato e do cenário apontado pelas pesquisas. “Sem dúvidas, hoje o Alckmin tem mais potencial. Veremos… Mas não dá para fechar as portas ao entendimento contra o radicalismo, e hoje o mais forte é o de direita”, afirma, referindo-se à liderança de Bolsonaro.

 

Com informações de: [Globo, Antagonista]
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -