Português   English   Español
Português   English   Español

Marine Le Pen denuncia golpe de Estado da União Europeia na Itália

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

A líder direitista francesa comentou a política da Itália depois que Cottarelli foi nomeado primeiro ministro e não o candidato escolhido pelos partidos mais votados na eleição: M5S e Liga.

Marine Le Pen denunciou nesta segunda-feira (28) “um golpe de Estado” da União Europeia (UE) na Itália, onde o presidente escolheu Carlo Cottarelli, que é adepto da austeridade orçamentária, para dirigir o país rumo a novas eleições.

A presidente da Frente Nacional (FN) tuitou:

A União Europeia e os mercados financeiros voltam a confiscar a democracia. O que acontece na Itália é um golpe de Estado, um roubo do povo italiano por instituições ilegítimas. Diante dessa negação da democracia, a raiva dos povos cresce em toda Europa!

Em pleno caos político, o presidente italiano impôs seu veto no domingo (27) a um governo contrário aos globalistas da UE composto pelo Movimento 5 Estrelas e pela Liga.

Carlo Cottarelli, um economista de 64 anos e ex-alto funcionário do Fundo Monetário Internacional (FMI), deve receber a tarefa de formar um governo técnico que não tem quase nenhuma possibilidade de obter a confiança do Parlamento, o que deve levar o país para novas eleições.

 

Com informações da EXAME

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: