Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Marinha coloca porta-aviões São Paulo à venda por R$ 5,3 milhões

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Marinha coloca porta-aviões São Paulo à venda por R$ 5,3 milhões

Marinha do Brasil está vendendo o antigo porta-aviões São Paulo pelo valor mínimo de R$ 5,3 milhões.

O Ministério da Defesa anunciou a abertura do processo de licitação para vender o porta-aviões NAe São Paulo, a maior embarcação militar que serviu com a bandeira do Brasil.

Segundo o informe publicado no Diário Oficial da União da última segunda-feira (23), o lance mínimo para arrematar a embarcação é de R$ 5.309.733,65.

O navio-aeródromo São Paulo chegou às mãos da Marinha do Brasil no ano 2000, comprado da França por US$ 12 milhões durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

A embarcação teve uma carreira curta e bastante conturbada em águas brasileiras, marcada por uma série de problemas mecânicos e acidentes. Por conta desses percalços, o navio passou mais tempo parado do que navegando.

Em fevereiro de 2017, após desistir de atualizar o porta-aviões, o comando naval decidiu desativar o NAe São Paulo em definitivo.

O Instituto São Paulo|Foch é um dos maiores interessados em adquirir o porta-aviões São Paulo. O objetivo da organização é transformar a embarcação em um museu flutuante, informa o site AirWay.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias