PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Matteo Salvini declara ‘guerra à maconha’ na Itália

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A chamada “maconha light” é permitida na Itália desde janeiro de 2017, o que deu impulso à abertura de lojas por toda a península.

O ministro do Interior e vice-premiê da Itália, Matteo Salvini, declarou “guerra à maconha” e anunciou nesta quinta-feira (9) o fechamento de três lojas de produtos derivados da cannabis.

Esse tipo de negócio, que vem se popularizando no país, comercializa itens que contam com o princípio ativo da maconha, o THC (Tetraidrocanabinol), mas em um índice abaixo do limite de 0,2% imposto por lei.

Durante um comício em Pesaro, Salvini declarou:

“Agradeço às forças de ordem e à magistratura porque está em curso o fechamento de três cannabis shops em Macerata, Porto Recanati e Civitanova Marche.”

E, segundo a agência ANSA, acrescentou:

“A partir de hoje, começa uma guerra rua por rua, loja por loja, bairro por bairro, cidade por cidade.”

O ministro define esses estabelecimentos como “pontos turísticos da maconha” e os acusa de vender cannabis com níveis de THC acima do permitido por lei.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.