MBL entra com ação no TSE para que Lula seja declarado inelegível

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Além disso, grupo pede que ele seja impedido de registrar candidatura e que não possa ser citado em pesquisas.

Os coordenadores do Movimento Brasil Livre (MBL) Rubens Nunes e Kim Kataguiri ingressaram com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo que seja declarada desde já a inelegibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que o petista seja impedido de registrar a candidatura a qualquer cargo.

Além disso, pedem também que Lula seja impedido de praticar quaisquer atos de campanha e que institutos sejam proibidos de citá-lo em pesquisas eleitorais.

Leia a íntegra da petição ajuizada no TSE clicando AQUI.

Eles argumentam que não há dúvidas de que Lula está inelegível , por causa da Lei da Ficha Limpa, desde o trânsito em julgado da condenação penal no Tribunal Regional Federal da 4a Região (TRF4) no caso do triplex do Guarujá. Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

 

Com informações do JOTA

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.