Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

MEC denuncia fake news de jornalista da Globo contra governo Bolsonaro

Tarciso Morais

Tarciso Morais

MEC denuncia fake news de jornalista da Globo contra governo Bolsonaro
COMPARTILHE

Em nota publicada nesta quarta-feira (30), o MEC denunciou uma notícia falsa propagada pelo jornalista Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”.

Em reportagem assinada por Ancelmo Gois e publicada nesta terça-feira (29) no jornal “O Globo”, o colunista faz fortes acusações ao Ministério da Educação, chefiado pelo professor Ricardo Vélez Rodriguez.

O membro da grande mídia imputa responsabilidade à gestão do presidente Jair Bolsonaro pela retirada de conteúdos sobre personagens esquerdistas como Karl Marx, Friedrich Engels, Marilena Chauí e Jean Wyllys da TV INES.

Fundada em 2013, a TV INES é um canal brasileiro de televisão com conteúdo 100% acessível à comunidade surda.

Em sua coluna, Gois destaca:

Ligada ao Instituto Nacional de Educação para Surdos (Ines), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC), a TV tirou do ar uma série de vídeos que abordavam personagens ou temas associados à esquerda.

E, imputando sorrateiramente a culpa no escolhido pelo ministro Vélez Rodriguez para diretor-geral do Ines, o colunista acrescenta:

“Ao escolher o novo diretor-geral do Ines, no início deste ano, o ministro da educação, Ricardo Vélez Rodríguez, ignorou o vencedor da eleição interna e nomeou Paulo André Martins de Bulhões, que havia ficado em segundo lugar.”

Tendo em vista a intensa repercussão negativa da matéria em jornais da grande mídia, o Ministério da Educação achou importante desfazer a confusão e apontar a causa da da desinformação.

Em comunicado oficial divulgado na rede social Twitter, a Pasta não somente desmascarou o viés ideológico, bem como a intenção de criar uma falsa narrativa dos fatos relatados pelo colunista.

Entre outras coisas, o MEC destacou que a prática “denunciada na reportagem”, era parte do expediente de organizações como a KGB (Comitê de Segurança do Estado Soviético), instituição diretamente ligada ao treinamento de pessoas em marxismo e leninismo em diversos países do mundo, formação esta, recebida e declarada pelo próprio Ancelmo Gois.

Confira comunicado na íntegra logo abaixo:

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram