Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

MEC estimula escolas a executarem o hino nacional

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
MEC estimula escolas a executarem o hino nacional

O Ministério da Educação (MEC) mandou um e-mail nesta segunda-feira (25) para todas as escolas do Brasil com objetivo de estimular o patriotismo através da execução do hino nacional.

A pasta do titular Ricardo Vélez Rodríguez afirmou que “a atividade faz parte da política de incentivo à valorização dos símbolos nacionais”.

No e-mail, que foi enviado para escolas públicas e particulares do Brasil, o MEC pede que as crianças sejam perfiladas para cantar o hino nacional e que, caso seja possível, o momento deve ser gravado em vídeo e enviado para o governo.

A íntegra do e-mail enviado enviado pelo Ministério da Educação pode ser lida abaixo:

“Brasileiros! Vamos saudar o Brasil dos novos tempos e celebrar a educação responsável e de qualidade a ser desenvolvida na nossa escola pelos professores, em benefício de você, alunos, que constituem a nova geração. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”.

Uma nota do MEC dá mais detalhes sobre a proposta do governo Jair Bolsonaro:

“Prezados Diretores, pedimos que, no primeiro dia da volta às aulas, seja lida a carta que segue em anexo nesta mensagem, de autoria do Ministro da Educação, Professor Ricardo Vélez Rodríguez, para professores, alunos e demais funcionários da escola, com todos perfilados diante da bandeira do Brasil (se houver) e que seja executado o hino nacional.”

A assessoria de imprensa do MEC informou que a carta é apenas uma recomendação e não uma ordem, segundo informações do Estadão.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias