Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

MEC precisa ser ‘descontaminado’ de ideologias, diz Heleno

Heleno diz que apoio militar a Guaidó é 'grande incógnita'
COMPARTILHE

“Se houver nomes responsáveis pelo erro, é óbvio que tem que ter punição”, diz Heleno sobre o Enem 2019.

O ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Augusto Heleno, afirmou, nesta quarta-feira (29), que o MEC (Ministério da Educação) acabou “extremamente contaminado” por diferentes “ideologias”.

Em entrevista à rádio CBN, o general disse que a pasta precisa ser “descontaminada dos dois lados”:

“Agora, tem que ser descontaminado dos dois lados. Não pode ter conotação ideológica na educação.”

Questionado sobre a edição de 2019 do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), Heleno disse que a prova foi “impecável, sem conotação ideológica”, mas afirmou que “inegavelmente, o Ministério da Educação foi um ministério extremamente contaminado [ideologicamente]”.

Heleno defendeu, ainda, que a educação deve ser “neutra ideologicamente” para “tratar dos assuntos que realmente significam a formação da mão-de-obra brasileira”.

O ministro classificou a disputa judicial em torno da liberação dos resultados do Sisu como algo “lamentável” por afetar “uma juventude que se esforça para vencer todos os problemas”.

Heleno complementou que eventuais responsáveis pelo erro no Enem serão punidos:

“Se houver nomes responsáveis pelo erro, é óbvio que tem que ter punição. Por enquanto, está tendo uma investigação e há indícios de que tenha sido uma falha mecânica.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE