Português   English   Español

Médicos cubanos começam a deixar o Brasil em dez dias

Os médicos de Cuba começarão a deixar o Brasil daqui a dez dias, segundo informações da Embaixada cubana nesta quinta-feira (15).

A ditadura de Cuba anunciou na quarta-feira (14) a saída do programa “Mais Médicos” utilizando como justificativas as declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro, que exigia mudanças nas regras do acordo.

Com o fim da parceria, 8,3 mil cubanos terão de deixar o Brasil.

As datas das primeiras partidas dos profissionais foi informada ao presidente do Conasems, Mauro Junqueira, em reunião realizada nesta quinta entre ele, membros da Embaixada de Cuba e representantes da Organização Panamericana de Saúde (Opas), intermediária do acordo.

De acordo com o diretor de Comunicação Social do Conasems, Diego Espindola de Ávila, a ditadura cubano disse ainda que a ideia é que todos os médicos deixem o Brasil até o fim do ano, conforme noticiou a Renova Mídia.

Adaptado da fonte Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter