- PUBLICIDADE -

‘Médicos estão sendo censurados’, alerta Filipe Martins

Fascismo é o oposto do governo Bolsonaro, diz Filipe Martins
Imagem: Reprodução/Twitter

- PUBLICIDADE -

“Establishment volta suas armas contra a liberdade científica”, destaca Martins.

Filipe G. Martins, assessor Especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, enfatizou, nesta quarta-feira (29), que “médicos estão sendo censurados” em meio à guerra política envolvendo a utilização da cloroquina no combate ao coronavírus.

Em mensagens no Twitter, Martins disse que o “establishment” repudia opiniões científicas que não seguem a narrativa desejada:

“Médicos estão sendo censurados e impedidos de divulgar os resultados e as descobertas de sua prática clínica no atendimento a pacientes com coronavírus apenas porque esses resultados e descobertas não coincidem com os resultados e descobertas que o establishment julga aceitável.”

O assessor destacou que este tipo de atitude é “anti-científica”:

“Como se não bastasse os ataques incessantes contra a liberdade de expressão, agora o establishment volta suas armas contra a liberdade científica e assassina a reputação de médicos que ousam desafiar o consenso dos ignorantes. Não há atitude mais anti-científica do que essa.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -