Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Médicos militares poderão suprir saída dos cubanos

Médicos militares poderão suprir saída dos cubanos
COMPARTILHE

Futuro ministro da Saúde acredita que o contingente militar pode ser usado como solução de atendimento em cidades mais distantes das capitais.

Escolhido para ser o ministro da Saúde no governo de Jair Bolsonaro, o deputado federal Luiz Henrique Mandetta já avalia alternativas para suprir a saída dos cubanos do Programa Mais Médicos.

Preocupado com a falta de assistência em municípios mais afastados das capitais, o deputado do DEM cogita utilizar médicos militares no atendimento à população.

O futuro ministro da Saúde declarou:

O governo atual está tentando fazer. Não estou interferindo, porque eles são os atuais. Mas no Brasil profundo, como a gente chama, nessas áreas de dificílimo provimento, vamos ter que pensar em algumas estratégias ao Mais Médicos. Uma delas pode ser o contingente militar que a gente tem. Não é a única. A gente tem várias outras maneiras de fazer indução, mas a gente tem observado os como uma possibilidade.

Atualmente as Forças Armadas dispensam recém-formados em medicina por excesso de contingente.

Segundo o portal “IG“, são homens que fazem o alistamento aos 18 anos, mas acabam liberados para cursarem a faculdade com o compromisso de retorno após a formatura.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários