Português   English   Español
Português   English   Español

Megacidade futurista de quase R$ 2 trilhões começa a ser construída

Megacidade futurista de R$ 2 trilhões começa a ser construída

A área terá 12 pequenas cidades próximas ao mar e outras nos vales e montanhas, além de uma zona industrial, um porto e vários aeroportos.

Em 2017, o príncipe da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, falou sobre seu sonho de construir uma megacidade futurista às margens do Mar Vermelho.

Agora, o herdeiro do trono saudita começou a impulsionar esse desejo. Na última semana, “Neom” iniciou o recebimento dos primeiros trabalhadores da construção civil.

O projeto de US$ 500 bilhões (cerca de R$ 1,9 trilhão) pretende transformar um vilarejo pesqueiro em uma área repleta de resorts de luxo com tecnologias avançadas.

Entre as excentricidades desejadas por Salman estão robôs de dinossauros, táxis voadores, uma praia que brilha no escuro e uma lua artificial gigante.

Em entrevista para a agência Bloomberg, o príncipe disse que Neom deve ficar pronta até 2030 e que ela faz parte da transição para a “Arábia Saudita 2.0”, um plano para preparar a economia do reino para a escassez do petróleo no Oriente Médio.

Segundo o Príncipe, a área terá 12 pequenas cidades próximas ao mar e outras nos vales e montanhas, além de uma zona industrial, um porto e vários aeroportos.

Até o momento, a empresa estatal desenvolvedora afirmou que o retorno dos líderes empresariais da Ásia, Europa e Estados Unidos sobre a Neom é muito positivo.

“As empresas entendem que estamos construindo não apenas uma região, mas uma potência comercial, e elas querem fazer parte disso”, explicou a estatal, segundo o site Olhar Digital.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...