Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mendonça pede apuração de charge que associa Bolsonaro ao nazismo

Mendonça celebra posse de deficiente visual como secretário da Justiça
Imagem: Reprodução/TV Brasil
COMPARTILHE

“O pedido de investigação leva em conta a lei que trata dos crimes contra a segurança nacional”, diz Mendonça.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, pediu, nesta segunda-feira (15), a abertura de inquérito para investigar uma charge reproduzida pelo jornalista Ricardo Noblat que associa o presidente da República, Jair Bolsonaro, ao nazismo.

Em mensagem no Twitter, Mendonça anunciou que fez o pedido à Polícia Federal (PF) e à Procuradoria-Geral da República (PGR):

“Solicitei […] abertura de inquérito para investigar publicação reproduzida no Twitter ‘Blog do Noblat’, com alusão da suástica nazista ao presidente Jair Bolsonaro.”

O ministro acrescentou:

“O pedido de investigação leva em conta a lei que trata dos crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social, em especial seu art. 26.”

A chegar compartilhada por Noblat é de autoria de Renato Aroeira.

Através da mesma rede social, o perfil da Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República (Secom) alertou que “falsa imputação de crime é crime”:

“Falsa imputação de crime é crime. O senhor Ricardo Noblat e o chargista estão imputando ao Presidente da República o gravíssimo crime de nazismo; a não ser que provem sua acusação, o que é impossível, incorrem em falsa imputação de crime e responderão por esse crime.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários