Português   English   Español

Mentira de Haddad sobre tortura de Mourão abala narrativa do PT

Mentira de Haddad sobre tortura de Mourão abala estratégia do PT

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, repetiu em sabatina uma fake news propagada pelo cantor e compositor Geraldo Azevedo, que acusou Mourão de tortura.

“Fernando Haddad, com a tortura fake, estrepou-se completamente”, disse O Antagonista em matéria publicada na tarde desta terça-feira (23).

O Globo concordou com a afirmação acima e publicou uma análise intitulada “Erro de Haddad abala tática petista de culpar ‘fake news’ por desvantagem”.

O jornal afirma:

Agora, toda vez que Haddad reclamar do massacre de notícias falsas contra sua campanha, partidários do adversário do PSL já têm pronta a resposta: quem espalha fake news é o petista, que acusou, injustamente, o general Hamilton Mourão de ser um torturador durante a ditadura militar.

E acrescenta:

A acusação a Mourão foi deliberada e repetida por Haddad na sabatina com o objetivo de obter repercussão: ‘Deveria estar em todas as primeiras páginas amanhã’, disse o candidato.

Na manhã desta terça-feira (23), o candidato do PT ao Planalto, Fernando Haddad, acusou o general da reserva Hamilton Mourão de ter torturado o cantor e compositor Geraldo Azevedo, conforme noticiou a Renova Mídia.

Deixe seu comentário

Veja também...