- PUBLICIDADE -

Mercado de criptomoedas despenca após novas proibições na China

Merca de criptomoedas despenca após novas proibições na China
- PUBLICIDADE -

Bitcoin caiu para a marca dos US$ 30 mil, na manhã desta quarta-feira (19), a maior queda em 3 meses e meio.

O Bitcoin chegou a despencar para a marca dos US$ 30 mil, na manhã desta quarta-feira (19), a maior queda em três meses e meio.

A queda do Bitcoin contaminou as cotações de outras moedas digitais, fazendo com que todo o mercado de criptoativos sofresse os reflexos.

O movimento de queda ocorre após semanas de polêmica envolvendo os investimentos do bilionário Elon Musk através da fabricante de carros elétricos Telas.

Apesar de não ter sentido o baque de forma instantânea, o mercado parece estar reagindo às novas restrições impostas pela China em transações envolvendo criptomoedas.

Com a proibição imposta nesta terça-feira (17), como noticiou a Renova, entidades como bancos não poderão oferecer serviços de criptomoeda aos clientes.

Por volta de 10h (horário de Brasília), o Bitcoin chegou a ser cotado em 30 mil dólares, segundo os dados da exchange Binance.

No momento de produção desta matéria, 11h22, o Bitcoin estava sendo cotado a pouco mais de US$ 35 mil, como você pode conferir na imagem abaixo.

Foto: Reprodução/Binance
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -