Português   English   Español

Merkel volta a defender entrada de milhões de muçulmanos na Europa

Merkel volta a defender entrada de milhões de muçulmanos na Europa
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

“Não foi um erro”, diz Merkel sobre sua política de fronteiras abertas.


A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, voltou a defender sua decisão de abrir as fronteiras do país para receber mais de um milhão de imigrantes ilegais.

Em um discurso na prefeitura de Brandemburgo, na noite da última terça-feira (30), Merkel disse que a medida foi necessária para lidar com uma “situação extraordinária” gerada pelo conflito na Síria e pelo terrorismo islâmico no Oriente Médio.

A decisão da líder alemã de suspender o “Regulamento de Dublin” e anunciar que os “refugiados” eram bem-vindos desencadeou uma onda sem migratória sem precedentes. Hoje em dia, quase cinco anos depois, a Europa continua a sofrer os efeitos nocivos da migração descontrolada.

“Se houve erros no contexto [da crise de 2015], receber pessoas não foi um deles”, insistiu Merkel.

“O erro foi não ir antecipadamente aos lugares que abrigam muitos refugiados, como o Líbano e a Jordânia, para ver como as pessoas estavam fazendo lá”, acrescentou ela, segundo a emissora alemã N-TV.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...