Metalúrgicos convocam protesto contra acordo entre Boeing e Embraer

Idiomas:

Português   English   Español
Metalúrgicos convocam protesto contra acordo entre Boeing e Embraer
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Dirigentes dos sindicatos dos metalúrgicos de municípios paulistas estarão em Brasília na segunda-feira (14) para pressionar o governo de Jair Bolsonaro a vetar o acordo entre Embraer e Boeing.


Nessa quinta-feira (10), após se reunir com ministros e comandantes das áreas militares, além da cúpula de sua equipe econômica, Jair Bolsonaro decidiu não exercer o poder de veto para barrar as negociações.

O presidente do Brasil declarou estar convencido de que a transação não compromete a soberania nacional e, portanto, a União não se opunha à fusão das companhias, conforme noticiou a RENOVA.

Representantes dos metalúrgicos pretendem ir aos ministérios da Defesa e da Casa Civil para expor as razões pelas quais o governo federal deveria vetar a venda da Embraer, informa o “Metrópoles“.

Conforme argumentam, entre as consequências da operação está “a entrega de 50 anos de desenvolvimento tecnológico num setor estratégico para o país e a ameaça de fechamento de postos de trabalho”. Hoje a Embraer emprega 16 mil trabalhadores no Brasil.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...