PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

México entra na lista de países contra as criptomoedas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Um comunicado conjunto contra criptomoedas foi emitido por autoridades mexicanas.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O bilionário mexicano Ricardo Salinas afirmou que seus negócios no setor bancário poderão começar a usar Bitcoin

Salinas acrescentou que seu banco se tornaria o primeiro do México a aceitar a moeda digital.

O comentário do empresário gerou uma forte reação do governo mexicano.

Em um comunicado conjunto, o Banco Central e o Ministério das Finanças enfatizaram que as criptomoedas não são consideradas como moedas pelas leis atuais.

As autoridades financeiras mexicanas ainda alertaram que as instituições que operarem com elas estão sujeitas a sanções.

De acordo com o comunicado:

“As autoridades financeiras reiteram seus alertas sobre os riscos inerentes de se usar os chamados ‘ativos virtuais’ como meios de troca, reserva de valor ou outra forma de investimento.”

O texto acrescentou:

“As instituições financeiras do país não estão autorizadas a promover e oferecer ao público operações com ativos virtuais como bitcoin, ether, XRP e outros como forma de mantermos uma distância saudável entre eles e o sistema financeiro.”

O ministro das Finanças, Arturo Herrera, ainda afirmou que sob as regras atuais as criptomoedas estão proibidas de serem usadas no sistema financeiro mexicano, ressaltando que a proibição provavelmente não será alterada no curto prazo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.