México quer fazer a ponte entre o ditador Maduro e oposição da Venezuela

Idiomas:

Português   English   Español
México quer fazer a ponte entre o ditador Maduro e oposição da Venezuela
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

México foi o único país do Grupo de Lima que rejeitou assinar o documento não reconhecendo o novo mandato do ditador Nicolás Maduro.


Após ter sido muito criticado pela comunidade internacional por sua decisão, o governo do México sinalizou, nesta quarta-feira (16), que estaria disposto a ajudar a negociar um acordo para o fim da crise na Venezuela.

A informação foi dada pelo subsecretário de Relações Exteriores mexicano, Maximiliano Reyes Zúñiga.

“A diplomacia mexicana está disposta a assumir essa responsabilidade”, disse, durante uma sessão no Senado, informa a “Folha“.

Reyes Zúñiga reafirmou que o México não quis assinar o documento do Grupo de Lima e preferiu continuar mantendo relações com a ditadura de Nicolás Maduro, mandando inclusive um representante para a posse.

Segundo o governo esquerdista mexicano, “a prioridade do governo é enfrentar a crise humanitária venezuelana, e com relações cortadas seria muito mais difícil”.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...