Português   English   Español

México quer médicos cubanos que saíram do Brasil

Em tratativas sigilosas que começaram em setembro, o governo mexicano pretende aproveitar cerca de 3 mil profissionais cubanos do Mais Médicos.

O novo presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, está prestes a fechar um acordo para receber pelo menos 3 mil médicos cubanos que vinham trabalhando no Brasil, registra o portal Terra.

A negociação entre Obrador e a ditadura de Cuba começou em setembro. O regime comunista anunciou que retiraria seus médicos do Brasil no dia 14.

As tratativas foram mantidas em sigilo, até agora.

Obrador tem um plano de austeridade que pretende reduzir o salário de servidores públicos, entre eles os médicos. Os cubanos que passaram pelo Brasil, portanto, ajudariam a cobrir cortes nos gastos públicos.

“É austeridade, não vingança”, repetiu Obrador como um slogan durante sua campanha.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter