Português   English   Español
Português   English   Español

México tenta conter caravana de migrantes vinda da Guatemala

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
México tenta conter caravana de migrantes vinda da Guatemala
Imagem: Reprodução/Twitter

4 mil empregos foram oferecidos para aqueles imigrantes ilegais que concordem em ficar no sul do México.

Milhares de imigrantes ilegais da América Central foram contidos com bombas de gás lacrimogêneo por forças de segurança do México.

O embate aconteceu no rio Suchiate, localizado na fronteira entre Guatemala e México, nesta segunda-feira (20).

Os migrantes, que querem chegar aos Estados Unidos, pediram para os agentes migratórios autorizarem sua entrada no país.

No entanto, diante da falta de resposta do governo mexicano, muitos deles tentaram cruzar o rio a partir da cidade guatemalteca de Tecún Umán.

Em meio aos gases e lançando insultos aos guardas mexicanos, os ilegais avançaram com facilidade sobre o Suchiate, pouco caudaloso nesta época do ano.

No último domingo (19), o governo mexicano informou aceitar a entrada de mais de mil centro-americanos que chegaram em outro contingente e que estudariam cada caso.

O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, ofereceu 4 mil empregos para aqueles que concordassem em ficar no sul do México, mas a maioria deles quer entrar em território americano de toda forma, informa a agência AFP.

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: