‘Microscópio do tempo’ tenta desvendar segredos dos elétrons

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

É necessário testar os limites desse método, a fim de ver quais informações da mecânica quântica podem ser obtidas.

Técnicas baseadas em raios laser pulsados estão permitindo a observação de intervalos de tempo extremamente curtos. 

Com o auxílio desses pulsos de laser ultracurtos, os processos físicos podem ser investigados em uma escala de tempo de attossegundos, isto é, bilionésimos de bilionésimo de segundo.

É como um tipo de microscópio para o tempo, explica o site Inovação Tecnológica.

Os primeiros microscópios do tempo já estão sendo utilizados em experimentos variados, como na recente descrição do efeito fotoelétrico e no desenvolvimento de relógios quânticos que batem recordes de precisão.

Um dos fenômenos mais intrigantes visados por esses microscópios do tempo é como um único átomo é ionizado e como um elétron sai do átomo. 

No entanto, para desvendar as características do comportamento do elétron exige mais.

O passo adiante para entender o que ocorre em tempos ainda menores foi dado por uma equipe da Universidade Técnica de Viena, na Áustria, e da Universidade da Flórida Central, nos Estados Unidos.

O cientista Stefan Donsa e seus colegas idealizaram um protocolo que permite medir a fase dos elétrons-onda.

Agora será necessário testar os limites desse método, a fim de ver quais informações da mecânica quântica podem ser obtidas na prática usando o novo protocolo, ainda segundo o site Inovação Tecnológica.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.