3.700 manifestantes foram presos no Irã

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Aproximadamente 3.700 manifestantes iranianos foram presos nas últimas duas semanas durante protestos contra corrupção no regime islâmico do aiatolá Khamenei.

A nova estimativa é muito maior do que as autoridades iranianas haviam divulgado anteriormente. Alguns dias atrás, regime do Irã disse que centenas tinham sido presas e que os protestos estavam diminuindo.

As informações foram propagadas pelo membro do parlamento de Teerã, Mahmoud Sadeghi. Segundo ele, 3.700 pessoas foram presas, incluindo dezenas de estudantes, durante os dias de protestos que agitaram o país no final de dezembro de 2017.

Ele acrescentou que “devido ao fato de várias organizações de segurança terem feito as prisões, levará algum tempo para contar com precisão”, de acordo com a agência de notícias do Parlamento iraniano.

Ontem, o líder supremo iraniano, Aiatolá Khamenei, garantiu que a situação no país estava controlada.

Por outro lado, hoje o Congresso dos EUA aprovou resolução apoiando os manifestantes.

Com informações de: (1) (2)
SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...

SIGA A RENOVA