Português   English   Español

Milhares protestam na Rússia por causa de bloqueio do Telegram

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Fundado em 2013 pelos irmãos Pavel e Nikolai Durov, o Telegram conta atualmente com 200 milhões de usuários em todo mundo. Destes, 7% estão na Rússia.

Milhares de russos foram às ruas da capital Moscou nesta segunda-feira (30) contra o aumento da vigilância na Internet, após o bloqueio pelas autoridades russas do aplicativo de mensagens instantâneas Telegram.

A manifestação, autorizada pela prefeitura de Moscou, reuniu no centro da capital russa cerca de 8.000 pessoas, segundo estimativas da Polícia e dos organizadores, um número relativamente alto para uma concentração da oposição neste país.

De acordo com informações da AFP:

Em agosto do ano passado, um protesto similar contra as restrições na Internet reuniu apenas mil pessoas em Moscou.

Os manifestantes levantaram cartazes com lemas contra o governo e bandeiras russas, enquanto alguns gritaram “Putin é um ladrão”, ou “não fique em silêncio”, constataram jornalistas da AFP.

“Todo mundo tem o direito de escolher”, disse à AFP Tatiana Filatova, uma mulher aposentada. “Quando vivemos sob regras estritas, a vida fica chata e o céu fica cinza”, acrescentou.

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...