Brasil pode sofrer com onda migratória enquanto milhões venezuelanos fogem da ditadura Maduro

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Alguns especialistas estimaram o número de refugiados em até 2 milhões, mas a ditadura de Nicolás Maduro questiona a cifra.

De acordo com informações da EXAME:

“Eles estão partindo por causa de problemas econômicos, de saúde e segurança pública, mas estão colocando muita pressão em países que têm suas próprias dificuldades”, disse Mauricio Santoro, cientista político da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Autoridades internacionais estão comparando o êxodo venezuelano a outras movimentações em massa do passado latino-americano, como a dos refugiados que fugiram do Haiti após o terremoto de 2010 ou, pior, a fuga de 125 mil cubanos para os Estados Unidos de barco em 1980.

O Brasil já recebeu até 40 mil venezuelanos, disse Okoth-Obbo. Pouco mais da metade deles pediu asilo, um processo burocrático que pode demorar dois anos.

O pedido lhes garante o direito de ficar no Brasil enquanto a solicitação é analisada, e também lhes dá acesso a saúde, educação e outros serviços sociais.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque