Português   English   Español

Milhões de venezuelanos fugindo pra Colômbia

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Mais de 1,24 milhões de cidadãos da Venezuela entraram no território colombiano durante o mês de dezembro de 2017, indicou o Ministério das Relações Exteriores da Colômbia.


De acordo com a imprensa colombiana, que cita os últimos dados oficiais, a migração de venezuelanos causa grande preocupação ao governo de Juan Manuel Santos.

Apenas no mês de dezembro de 2017, foram registradas 1.244.434 entradas de venezuelanos no país. As principais portas de entrada são os municípios fronteiriços de Cúcuta, Villa del Rosario e Puerto Santander.

Juan Carlos Cortés, secretário do departamento de Fronteiras e Cooperação Internacional da Colômbia, explicou aos jornalistas:

Este elevado número de pessoas está preocupando as autoridades regionais, por estar a agravando a situação humanitária nessa região.

Ele também afirmou que o êxodo dos refugiados aumentou depois que o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, advertiu para um possível fecho das fronteiras. Depois da declaração de Maduro, quase 100 mil pessoas cruzaram diariamente a fronteira entre ambos os países.

A imprensa da Colômbia denunciou que os venezuelanos estão dormindo nas ruas de cidades como Cúcuta e há graves situações de miséria devido ao excesso de pessoas.

As autoridades estão estudando a possibilidade de colocar os venezuelanos em centros de acolhimento e apresentar a questão numa reunião com o Alto Comissário da ONU para os Refugiados (ACNUR), prevista para a próxima semana.

 

Com informações de: [DNotícias]

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...