Miliciano envolvido no caso Marielle condenado pela Justiça

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O ex-PM Orlando Oliveira de Araújo, apontado por uma testemunha como um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, foi condenado a quatro anos e um mês de prisão por posse ilegal de arma de fogo.

Orlando foi preso em outubro do ano passado com uma pistola 9mm dentro da cômoda de sua casa.

A juíza Paula Fernandes Machado, da 5ª Vara Criminal, citou a investigação do assassinato de Marielle como uma das razões para a pena.

Orlando responde a processos por crimes de organização criminosa armada e homicídio qualificado, sendo, ainda, investigado por participação no assassinato da vereadora Marielle Franco, crime hediondo com grande repercussão no país e no mundo.

 

Com informações de O Antagonista

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.