Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Militância esquerdista pede a morte de Ricardo Salles

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Militância esquerdista pede a morte de Ricardo Salles

Militantes celebram a internação do ministro Salles. O próximo relatório médico será divulgado às 16h.

A notícia de que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi internado no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, na noite de terça-feira (27), repercutiu com velocidade na internet brasileira.

O boletim médico divulgado pelo Ministério da Defesa, na manhã desta quarta-feira (28), apontou que o ministro deu entrada na Unidade de Emergência do hospital “com quadro de mal estar”, mas sem sintomas.

Enquanto Salles se recupera no hospital, uma horda de hostilidades está sendo proferida por militantes nas redes sociais.

“Que deus o elimine”, disse o perfil @DexterLisboa.

“Não está aguentando a pressão né babaca”, escreveu @MarilenaRubra.

“Mesma tática do Bozo, sendo covarde, espero que que vá para os 5° dos infernos”, disse @jacksonomkara.

“Acho que essa internação é pra gente rir um pouco, né???”, disse @luciaguima1.

“Ricardo Salles no hospital galera quero geral no coro. MORRE. MORRE. MORRE. MORRE”, afirmou @postjanbz.

“Tomara que seja grave”, disse @XiccoRoger.

Apesar do desejo dos militantes acima, o quadro de saúde de Ricardo Salles é estável.

“A equipe assistente optou pela internação hospitalar para realização de exames de rotina. Evoluiu durante o período noturno sem intercorrências clínicas. Atualmente segue com quadro clínico estável”, diz o boletim médico.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias