Português   English   Español
Português   English   Español

Militância LGBT acusa Fernando Haddad de homofobia

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Militância LGBT acusa Fernando Haddad de homofobia

Um comentário recente do ex-prefeito de São Paulo no Twitter está sendo criticado até mesmo pela militância do movimento do LGBT.

Após passar a última campanha presidencial fazendo promessas para a comunidade LGBT, o petista Fernando Haddad deixou cair a máscara ao rebater um comentário do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), nesta quinta-feira (11), na rede social Twitter.

O imbróglio começou quando Haddad resgatou um tuíte publicado 9 anos atrás por Jair Bolsonaro, quando o então deputado federal chamou o Bolsa Família de “Bolsa-farelo”.

Haddad não ficou satisfeito com o decreto de Bolsonaro formalizando a criação do 13º do Bolsa Família. Em resposta, Carlos Bolsonaro escreveu: “Chora marmita!!!”.

“Marmita de presidiário” foi uma das formas carinhosas como Haddad foi apelidado pelos eleitores de Bolsonaro após visitar o ex-presidente Lula da Silva várias vezes na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

O petista não conseguiu se controlar e respondeu: “Priminho tá bem?”. Uma narrativa da militância anti-Bolsonaro acusa Carlos de ter um caso amoroso com um primo chamado Leo Índio.

A tréplica de Haddad não caiu nada bem aos apoiadores da causa LGBT. Até mesmo o blog de extrema esquerda Catraca Livre criticou o ex-prefeito de São Paulo. Segue um trecho da matéria intitulada “Haddad erra ao ser homofóbico com Carlos Bolsonaro em discussão“:

“O questionamento de Haddad foi totalmente deplorável e desnecessário. Em uma discussão, não é necessário diminuir uma pessoa por ela supostamente ser LGBT. Há mil e uma formas de se confrontar Carlos Bolsonaro, com argumentos políticos e muito mais válidos.

Supondo que o filho do presidente seja gay, a escolha é dele em se revelar ou não publicamente. É algo pessoal do vereador, e não deve ser motivo de debates e discussões na mídia, até porque, que diferença faz saber a orientação sexual de Carlos Bolsonaro? Nenhuma.

Haddad errou numa área em que não poderia errar de forma alguma, e decepcionou a comunidade LGBT.”

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: