Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Militares da Venezuela morrem em ação na fronteira com Colômbia

Venezuela prende militares que se rebelaram contra a ditadura de Nicolás Maduro
COMPARTILHE

"Grupos fora da lei vêm do território colombiano, onde se movem com absoluta impunidade", diz o regime chavista.

A ditadura de Nicolás Maduro, na Venezuela, informou, neste domingo (20), que uma operação no estado de Apure, na fronteira com a Colômbia, terminou com quatro soldados mortos e cinco “terroristas” presos.

Em nota à imprensa, o Ministério da Defesa da Venezuela afirmou:

“Como resultado da operação, cinco terroristas foram presos, dos quais foram apreendidos: cinco fuzis, três pistolas automáticas, cartuchos abundantes de diferentes calibres, uniformes camuflados, equipamento audiovisual e telefônico, além de diversos suprimentos militares.”

Enquanto quatro soldados morreram, outros quatro ficaram feridos e “estão sob estrita vigilância médica”, diz o comunicado.

De acordo com o regime chavista, a operação mirou grupos dedicados a sequestros, extorsões, tráfico de drogas e outros crimes, destaca o portal UOL.

Segundo o ministério, “esses grupos fora da lei vêm do território colombiano, onde se movem com absoluta impunidade” e com o consentimento ‘do governo e das forças militares daquele país, em conspiração permanente contra a Venezuela”.

O governo colombiano de Iván Duque, por sua vez, afirma ter provas do apoio da Venezuela ao Exército de Libertação Nacional (ELN) e a dissidentes da guerrilha das FARC.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários