Português   English   Español

Militares da Venezuela relatam aumento de deserções para o Brasil

Militares da Venezuela relatam aumento de deserções para o Brasil
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Militares da Venezuela estão desertando para o Brasil e a Colômbia em número cada vez maior, ao se recusarem a acatar ordens para reprimir protestos contra a ditadura de Nicolás Maduro.


Uma tenente e cinco sargentos da Guarda Nacional disseram à agência Reuters que a maioria dos desertores está indo para a Colômbia, mas outros partiram também para o Brasil.

As autoridades de imigração colombianas disseram que cerca de 1.400 militares da Venezuela desertaram para a Colômbia neste ano.

Já o Exército brasileiro disse que mais de 60 membros das Forças Armadas venezuelanas emigraram para o Brasil desde que Maduro fechou a fronteira em 23 de fevereiro.

“A maioria dos militares que estão partindo é da Guarda Nacional. Eles continuarão vindo. Mais deles querem partir”, disse uma tenente da Guarda Nacional no início deste mês.

Ela tinha acabado de cruzar para o Brasil a pé, chegando à cidade fronteiriça de Pacaraima depois de caminhar durante horas por trilhas de indígenas.

Autoridades dos dois países disseram que o ritmo das deserções aumentou nos últimos meses, quando os tumultos políticos e econômicos na Venezuela se agravaram.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...