PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Militares do Mianmar bloqueiam Facebook após golpe de Estado

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Exército do Mianmar tomou o poder na segunda-feira (1º) alegando irregularidades na eleição.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A junta militar de Mianmar bloqueou o Facebook, nesta quinta-feira (4), em meio à irrupção de protestos contra o golpe de Estado. 

Com a desativação do Facebook no país asiático, os militares desligaram um canal importante da oposição.  

O comandante militar, general Min Aung Hlaing, tem agido com rapidez para se consolidar no poder após a deposição da líder eleita, Aung San Suu Kyi, e a prisão dela e de aliados políticos na segunda-feira. 

Na noite de quarta-feira (3), o general disse a um grupo de empresários que pode se manter no poder durante seis meses.  

O Exército tomou o poder na segunda-feira (1º) alegando irregularidades na eleição, o que desestabilizou a transição longa e difícil de Mianmar rumo à democracia.  

A medida foi repudiada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e por governos ocidentais, inclusive os Estados Unidos

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.