Ministério da Defesa acusa Folha de manipulação em matéria

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“A matéria mostra todo o seu viés, tendencioso e desonesto”, diz a pasta.

O Ministério da Defesa acusou, nesta quarta-feira (7), o jornal Folha de S.Paulo de publicar uma matéria com “graves manipulações, incorreções, omissões e inverdades, que levam o leitor à completa desinformação”. 

Publicada em 6 de abril, a matéria em questão tem o seguinte título

“Hospitais das Forças Armadas reservam vagas para militares e deixam até 85% de leitos ociosos sem atender civis.”

De acordo com o comunicado do Ministério da Defesa:

“Ao contrário do que induz o título da matéria, a grande maioria dos hospitais militares está com quase todos os leitos de UTI ocupados. Na realidade, muitos hospitais militares têm frequentemente removido pacientes para outras regiões para evitar o colapso. Assim como os hospitais civis, a situação varia de acordo com cada região. Os números são críticos e evoluem diariamente.”

O texto acrescenta:

“A reportagem deliberadamente usou dados de hospitais pequenos, com poucos leitos, recursos limitados e de alguns que sequer possuem UTI.”

Ainda de acordo com o comunicado:

“A matéria mostra ainda todo o seu viés, tendencioso e desonesto, ao mencionar que as Forças Armadas ‘contrariam os princípios da dignidade humana e violam o dever constitucional do Estado de oferecer acesso à saúde de forma universal’. O jornalista deliberadamente ignora e omite todas as ações que as Forças Armadas vêm realizando há mais de um ano, em apoio abnegado à população brasileira, desde o início da pandemia.”

O texto do Ministério da Defesa do governo Jair Bolsonaro completa:

“O MD lamenta que assunto de tamanha gravidade seja objeto de matéria que induz a sociedade brasileira à desinformação.

Reiteramos que as Forças Armadas atuam na atual pandemia, com extrema dedicação, no limite de suas capacidades, sempre com total transparência e prontidão, preservando e salvando vidas.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.