Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ministério da Defesa nega omissão de nomes com teste positivo para coronavírus

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Ministério da Defesa nega omissão de nomes com teste positivo para coronavírus
Imagem: Claudio Reis/FramePhoto/Folhapress

“Ao contrário do que foi divulgado, não há qualquer omissão de informações relativas a pacientes que testaram positivo”, diz a pasta.

O Ministério da Defesa afirma, nesta terça-feira (25), que não há qualquer omissão de informações relativas a pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus e fizeram exames no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília.

O hospital foi mesmo responsável pelo diagnóstico do presidente da República, Jair Bolsonaro, que testou negativo para Covid-19, doença causada pelo vírus.

Em nota, a Defesa afirma que o “HFA reitera que todas as informações relativas aos pacientes no contexto da pandemia da Covid-19 foram repassadas às Autoridades Epidemiológicas, sejam federais ou distritais, via sistemas regulamentares, cumprindo rigorosamente todas as normas em vigor”.

“Ao contrário do que foi divulgado, não há qualquer omissão de informações relativas a pacientes que testaram positivo”, destaca o Minsitério.

De acordo com informações do governo do Distrito Federal, o HFA encaminhou uma lista de 17 infectados, mas 2 diagnosticados não tiveram suas identidades reveladas.

A Procuradoria-Geral do DF acionou a Justiça para que o governo federal esclareça se omitiu nomes de pessoas diagnosticadas pelo HFA com coronavírus.

Leia abaixo a íntegra da nota enviada pelo Ministério da Defesa:

Acerca de recentes reportagens publicadas na imprensa, sobre supostas omissões de nomes na lista dos pacientes para a COVID-19, o Hospital das Forças Armadas (HFA) esclarece o seguinte: O HFA reitera que todas as informações, relativas aos pacientes no contexto da Pandemia da COVID-19, foram repassadas às Autoridades Epidemiológicas, sejam federais ou distritais, via sistemas regulamentares, cumprindo rigorosamente todas as normas em vigor. Ao contrário do que foi divulgado, não há qualquer omissão de informações relativas a pacientes que testaram positivo.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email