- PUBLICIDADE -

Ministério da Economia parabeniza Câmara por manutenção de veto

‘Reforma pode ser resolvida em três ou quatro meses’ diz Guedes

“A possível derrubada traria graves consequências para as contas públicas”, alerta a pasta.

- PUBLICIDADE -

O Ministério da Economia parabenizou a Câmara dos Deputados pela manutenção do veto do presidente da República, Jair Bolsonaro, que impede a concessão de reajustes a servidores públicos até o fim de 2021. 

Em nota divulgada à imprensa, nesta quinta-feira (20), a pasta também elogiou os senadores que votaram pela manutenção do veto, mas foram derrotados na última quarta-feira (19):

“O Ministério da Economia parabeniza todos os deputados envolvidos na manutenção do veto do presidente Jair Bolsonaro, que impediu temporariamente a concessão de reajustes a servidores.”

De acordo com o ministério, uma eventual derrubada do veto teria impacto fiscal relevante nas contas públicas, principalmente dos governos locais:

“A possível derrubada traria graves consequências para as contas públicas, em especial de estados e municípios. Neste momento importante da democracia, é preciso elogiar, da mesma forma, os senadores que votaram favoravelmente à manutenção do veto, apesar do resultado negativo.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -