Português   English   Español
Português   English   Español

Ministério da Educação quer criar 108 escolas cívico-militares

Ministério da Educação quer criar 108 escolas cívico-militares
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Ao todo, o governo Bolsonaro pretende investir R$ 40 milhões por ano com a expansão da rede de escolas de perfil cívico-militar.

O Ministério da Educação (MEC) anunciou, nesta quinta-feira (11), a meta de criar 108 escolas cívico-militares no Brasil até 2023.

A ampliação da rede de escolas de perfil cívico-militar foi uma das promessas de campanha do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Segundo informações do MEC, serão 108 mil alunos atendidos. O plano inicial é instalar uma instituição de ensino por ano, até 2023, em cada uma das 27 unidades da federação.

De acordo com o a agência EBC, o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Jânio Carlos Endo Macedo, disse que as novas escolas serão implantadas em regiões carentes:

“Os pressupostos é que [a instalação das escolas] se dê em locais carentes, como foi o ensino médio em tempo integral. Se não se coloca em locais que sejam carentes, estará aumentando ainda mais a diferença de conhecimento dessa população.”

As escolas cívico-militares são instituições não militarizadas, mas com uma equipe de militares da reserva no papel de tutores.

A meta é aumentar a média do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Segundo o MEC, enquanto a média do Ideb em colégios militares é 6,99, nos civis é 4,94.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!