Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ministério da Saúde retira do ar nota técnica sobre aborto legal

Aborto e casamento gay legalizados na Irlanda do Norte
COMPARTILHE

Bolsonaro disse que a pasta da Saúde “não apoia qualquer proposta que vise a legalização do aborto”.

O Ministério da Saúde retirou¹ do ar, nesta quinta-feira (4), uma nota técnica que citava necessidade de que o acesso a métodos contraceptivos e a serviços de aborto legal fossem mantidos em meio à pandemia de coronavírus.

A revogação ocorre depois de o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmar que a pasta tentava identificar a autoria do texto.

Em mensagem² no Twitter, na quarta-feira (3), Bolsonaro chamou o documento de “minuta de portaria apócrifa sobre aborto que circulou na internet”:

“O Ministério da Saúde está buscando identificar a autoria da minuta de portaria apócrifa sobre aborto que circulou hoje pela internet.”

O chefe do Executivo acrescentou:

“O MS segue fielmente a legislação brasileira, bem como não apoia qualquer proposta que vise a legalização do aborto, caso que está afeto ao Congresso.”

Referências: [1][2]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários