Português   English   Español
Português   English   Español

Ministro adia julgamento da denúncia de racismo contra Bolsonaro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Primeira Turma do STF tem dois votos favoráveis e dois votos contrários à abertura de ação penal contra Bolsonaro. O ministro Alexandre de Moraes pediu mais tempo para analisar o assunto. A decisão deve ser tomada na próxima semana.

Um pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes suspendeu nesta terça-feira (28) o julgamento na Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que decidirá sobre a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, pelo crime de racismo.

O placar no colegiado tem dois votos contrários à abertura de ação penal contra Bolsonaro, dos ministros Marco Aurélio Mello e Luiz Fux, e dois votos para receber a acusação e torná-lo réu, dos ministros Luís Roberto Barroso e Rosa Weber.

Alexandre Moraes, presidente da Primeira Turma e último a votar, pediu mais tempo para analisar o assunto. O julgamento deve ser retomado na próxima sessão, na terça-feira da próxima semana.

Em abril, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, acusou Bolsonaro do crime de racismo em razão de suas declarações sobre quilombolas, indígenas e refugiados em um evento no Clube Hebraica do Rio de Janeiro.

Horas antes do julgamento no STF, Bolsonaro pediu para que sua imunidade parlamentar fosse respeitada.

Adaptado da fonte VEJA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...