- PUBLICIDADE -

Ministro busca formas de barrar a variante indiana do coronavírus

Queiroga entende que lockdown nacional não é ‘solução dos problemas’
- PUBLICIDADE -

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, busca estratégias que evitem a propagação no Brasil da variante indiana do coronavírus e de novas cepas que venham a surgir.

A mutação indiada foi detectada após uma embarcação vinda da Ásia chegar em São Luís, no Maranhão, como noticiou a Renova.

Na manhã deste sábado (22), Queiroga se reuniu com o secretário de Saúde da cidade de São Paulo, Edson Aparecido, com o prefeito de Guarulhos, Gustavo Henric Costa, e com técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em busca de soluções.

Após a reunião, Queiroga declarou:

“Sabemos que o caso com a cepa indiana foi detectado rapidamente, mas temos que manter o acompanhamento dos pacientes infectados e das pessoas que tiveram contato com eles, incluindo os profissionais de saúde que atenderam essas pessoas.”

E acrescentou:

“Considerando que São Paulo é a maior cidade do país e Guarulhos é o maior aeroporto, devemos reforçar a vigilância para que essa variante não se espalhe pelo Brasil.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -