Ministro da Educação pode ter sido alvo de sabotagem

Idiomas:

Português   English   Español
Ministro da Educação pode ter sido alvo de sabotagem
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O Ministério da Educação (MEC) vai abrir sindicância para investigar o que aconteceu no caso da mudança do edital dos livros didáticos.

Algumas informações apontam que remanescentes de gestões anteriores poderiam ter tirado partes do edital para boicotar o atual ministro da Educação, o professor Ricardo Vélez Rodriguez.

Por outro lado, há os que afirmam que foi apenas um equívoco do servidor que mandou o link do edital para o Diário Oficial, informa o “Estadão“.

As mudanças no edital para os livros didáticos que serão entregues em 2020 em escolas do ensino fundamental foram reveladas na quarta-feira (9). No fim do dia, o MEC informou que a medida seria anulada.

Segundo o texto do novo edital, não seria mais necessário que os materiais tivessem referências bibliográficas e também havia sido retirado o item que impedia publicidade e erros de revisão e impressão.

O governo de Jair Bolsonaro culpou a gestão anterior, já que o edital estava datado do dia 28 de dezembro. O ex-ministro de Educação da gestão Michel Temer nega ter feito as alterações.

Curta, siga e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
SIGA A RENOVA NO TWITTER

Deixe seu comentário...

Veja também...