Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ministro da Educação pode ter sido alvo de sabotagem

Ministro da Educação pode ter sido alvo de sabotagem
COMPARTILHE

O Ministério da Educação (MEC) vai abrir sindicância para investigar o que aconteceu no caso da mudança do edital dos livros didáticos.

Algumas informações apontam que remanescentes de gestões anteriores poderiam ter tirado partes do edital para boicotar o atual ministro da Educação, o professor Ricardo Vélez Rodriguez.

Por outro lado, há os que afirmam que foi apenas um equívoco do servidor que mandou o link do edital para o Diário Oficial, informa o “Estadão“.

As mudanças no edital para os livros didáticos que serão entregues em 2020 em escolas do ensino fundamental foram reveladas na quarta-feira (9). No fim do dia, o MEC informou que a medida seria anulada.

Segundo o texto do novo edital, não seria mais necessário que os materiais tivessem referências bibliográficas e também havia sido retirado o item que impedia publicidade e erros de revisão e impressão.

O governo de Jair Bolsonaro culpou a gestão anterior, já que o edital estava datado do dia 28 de dezembro. O ex-ministro de Educação da gestão Michel Temer nega ter feito as alterações.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários