- PUBLICIDADE -

Ministro da Saúde ‘não vê risco adicional’ com Copa América no Brasil

Queiroga entende que lockdown nacional não é ‘solução dos problemas’
- PUBLICIDADE -

Queiroga comentou sobre o assunto na entrada do Ministério da Saúde.

A Copa América 2021 está prevista para se iniciar neste domingo (13), com a Seleção Brasileira enfrentando a Venezuela, em Brasília.

O Brasil foi anunciado como sede do campeonato pela Conmebol após Argentina e Colômbia desistirem de sediar o evento, o primeiro por causa da pandemia e o segundo em razão dos protestos violentos.

Nesta segunda-feira (7), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que “não compete” à sua pasta decidir sobre a Copa América, pois o evento é privado:

“Esta decisão de ter Copa América ou não ter Copa América, é um evento privado. Não compete ao Ministério da Saúde decidir isso aí.”

Queiroga acrescentou:

“O que o Ministério da Saúde tem que fazer é verificar os protocolos de segurança e reforçá-los para que não haja um risco adicional para os atletas, a comissão técnica e todos que participam do evento. Os estados que aceitaram fazer a competição também participam dessa ação.”

Queiroga completou dizendo que “não vê risco adicional“:

“As pessoas estão entrando no Brasil seguindo as regras de entrada no país com exames e RT-PCR. De tal maneira que com controle sanitário adequado, não vejo risco adicional em função dessa competição. A vigilância de saúde existe e os protocolos da CBF são validados por especialistas qualificados.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -