- PUBLICIDADE -

Ministro das Comunicações comenta sobre leilão da 5G no Brasil

Faria quer aproximar governo dos grandes veículos de imprensa

“Nós temos que preservar as nossas informações sensíveis”, diz o ministro.

- PUBLICIDADE -

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou, nesta sexta-feira (26), que o governo Jair Bolsonaro não irá barrar ou privilegiar alguma empresa no processo de implantação da tecnologia 5G no Brasil

Recentemente, Faria liderou uma comitiva que visitou Suécia, Finlândia, Japão e China para conhecer a tecnologia. 

Faria acrescentou que o governo brasileiro não negocia diretamente com empresas ou com outros governos: 

“A gente nem tinha como chegar lá de viagem e oferecer para alguma empresa algum espaço no leilão. Quem participa do leilão são as teles. As empresas de telecomunicação é que compram os equipamentos. Então a gente não negocia, o governo federal não trata com nenhuma empresa, com nenhum país sobre a participação do leilão.” 

Em relação às suspeitas de espionagem envolvendo a empresa chinesa Huawei, o ministro completou: 

“Alguns países estão utilizando a mesma coisa. Nós temos que preservar as nossas informações sensíveis e tirar qualquer que seja, algo que esteja na imaginação das pessoas… Achar que podem estar espionando o governo brasileiro, qualquer país que seja, não só um.” 

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -