PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Ministro diz que Brasil chegará a 50 aeroportos concedidos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Os leilões superaram o que estávamos imaginando”, diz ministro.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou que, até o 1º semestre de 2022, o Brasil deve concluir o leilão dos últimos aeroportos da rede da Infraero que ainda não foram transferidos para a iniciativa privada.

A declaração foi feita, nesta terça-feira (15), em entrevista ao programa “Opinião no Ar”, da RedeTV!

O leilão [de abril] foi um sucesso, superou todas as nossas expectativas. Foi uma ousadia porque estamos passando pela maior crise da aviação de todos os tempos”, disse Freitas.

Em abril, na 1ª etapa de concessões, o governo de Jair Bolsonaro arrecadou R$ 3,3 bilhões — o valor total superou as projeções iniciais em mais de 1.600%

A gente viu uma oportunidade. Essa ousadia foi bem sucedida, os leilões superaram o que estávamos imaginando”, acrescentou o ministro.

A próxima rodada de negociações deve envolver os dois terminais mais cobiçados pelo mercado, dos aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e do Galeão, no Rio de Janeiro.

Já terminamos a modelagem, estamos já na fase de análise. No primeiro semestre do ano que vem, a gente faz o leilão desses aeroportos remanescentes. Vamos ter transferido todos os aeroportos da rede Infraero para a iniciativa privada. Vamos chegar a 50 aeroportos concedidos”, completou Freitas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.