Português   English   Español

Ministro do STF desmente outra fake news da Folha de S. Paulo

Celso de Mello desmentiu a informação do jornal Folha de S. Paulo de que teria se sentido ultrajado com a possível indicação do juiz Sergio Moro para substituí-lo no STF em 2022.

O ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF), negou, nesta sexta-feira (2), por meio de nota, que tenha ficado descontente com uma possível futura indicação do juiz Sergio Moro para substituí-lo na Suprema Corte.

Celso de Mello vai ser aposentar compulsoriamente até 2020, quando completa 75 anos. Especula-se que o presidente eleito Jair Bolsonaro nomearia então o futuro ministro da Justiça para o STF.

Em nota, o ministro do Supremo afirmou:

Não procede informação divulgada na mídia, nesta sexta-feira (2), de que o decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, ter-se-ia sentido ‘ultrajado’ com a perspectiva de posterior indicação de Sérgio Moro ao STF, em vaga decorrente da futura aposentadoria do decano.

 

Adaptado da fonte R7

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...