Português   English   Español

Ministro do TST vai precisar explicar encontro com Bolsonaro

Ministro do TST vai precisar explicar encontro com Bolsonaro

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, cobrou explicações do ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Ives Filho terá que dar informações sobre seu encontro com o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, no último dia 22. O corregedor instaurou um ofício de pedido de providências.

O ministro do TST terá 15 dias para apresentar as informações.

Na decisão, o corregedor observa que o encontro pode ir contra a conduta vedada a magistrados (CF/1988, artigo 95, parágrafo único, III; LOMAN, artigo 36, III e Provimento 71/2018 da Corregedoria Nacional de Justiça).

Um dos artigos prevê que a liberdade de expressão, como direito fundamental, não pode ser utilizada pela magistratura para o exercício de atividade político-partidária.

O ministro Ives Gandra afirmou que no encontro, na casa do presidenciável, no Rio de Janeiro, foram abordados temas como a Reforma Trabalhista e o poder Judiciário, conforme noticiou a Renova Mídia.

Adaptado da fonte Agência Brasil

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter