Português   English   Español

Ministro húngaro diz que Viena ficou suja devido à imigração ilegal

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O ministro de Governo da Hungria, János Lázár, afirmou que a cidade de Viena, a capital da Áustria, é suja e perigosa devido à imigração ilegal, em um vídeo publicado no Facebook.


Em Viena, já há escolas sem alunos brancos“, diz Lázár no vídeo gravado na capital austríaca, uma das cidades de melhor qualidade de vida em nível mundial, segundo diversos estudos internacionais.

Não obstante, o ministro a apresenta como um mal exemplo do que poderia acontecer com Budapeste se a oposição húngara chegar ao poder após as eleições legislativas de abril.

János Lázár também declarou:

Os imigrantes mudam o aspecto dos bairros. As ruas são visivelmente mais sujas, e há mais criminalidade. É evidente que (os imigrantes) mudaram o aspecto deste bairro.

E acrescentou:

Os austríacos brancos e cristãos estão se mudando dos bairros onde vivem imigrantes. Veremos como será Budapeste dentro de 20 anos se a oposição (húngara) deixar os imigrantes entrarem. Estamos trabalhando para impossibilitar esta opção.

Em outra mensagem publicada hoje (07) na mesma rede social, Lázár afirmou que “o Facebook censurou e apagou” seu vídeo anterior, o que classificou de um ato que “fere a liberdade de expressão“, e disse esperar que o acesso à gravação seja restaurado.

Os perigos da imigração ilegal em massa é uma das principais plataformas do partido do atual primeiro-ministro Viktor Orban para conseguir a reeleição na Hungria.

Com informações de: [BOL]

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on reddit
Share on linkedin
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...