- PUBLICIDADE -

Ministro anti-Brexit renuncia antes de provável vitória de Johnson

- PUBLICIDADE -

Vários outros ministros devem deixar seus cargos se, como esperado, Johnson se tornar o próximo premiê britânico na quarta-feira (24).

Um ministro britânico se demitiu nesta segunda-feira (22) antes de o provável futuro primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, tomar posse com a promessa de tirar o país da União Europeia com ou sem um acordo.

Crítico de longa data de Johnson, Alan Duncan segue o exemplo de Margot James, que entregou a pasta da Cultura na semana passada descrevendo como “realmente incrível” a promessa de Johnson de desfiliar a nação da UE até 31 de outubro quer exista ou não um pacto para suavizar o processo. 

Neste domingo (21), o ministro das Finanças, Philip Hammond, também disse que renunciará, ao invés de ser demitido por Johnson, prometendo lutar com outros no Parlamento para impedir uma ruptura nas relações com a UE.

Ex-prefeito de Londres, Johnson deve se tornar o próximo premiê britânico na quarta-feira, dia 24 de julho, informa a agência Reuters.

Ele disse que intensificará os preparativos para uma saída sem acordo para tentar forçar os negociadores do bloco a fazerem alterações no acordo que a premiê Theresa May firmou e os parlamentares britânicos rejeitaram três vezes.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -