- PUBLICIDADE -

Ex-ministros de Chávez esconderam 2 bilhões de euros em paraísos fiscais

- PUBLICIDADE -

Ex-dirigentes venezuelanos, empresários e laranjas receberam comissões de até 15% para facilitar contratos da petroleira PDVSA.

Os pagamentos dos supostos subornos aconteceram entre 2007 e 2012 na Banca Privada d’Andorra (BPA), a 7.400 quilômetros de Caracas. E circularam por uma rede de 37 contas correntes em nome de empresas panamenhas. O dinheiro foi transferido do Principado para paraísos fiscais como Suíça ou Belize através de uma labiríntica arquitetura concebida para mascarar as operações, de acordo com as investigações.
Com informações de: (1)
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -