Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ministros defendem inclusão do Brasil na OCDE em diálogo com UE

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Ministros defendem inclusão do Brasil na OCDE em diálogo com UE
COMPARTILHE

Os ministros do governo Jair Bolsonaro defenderam a entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) durante conversa com embaixadores de países da União Europeia.

Nesta quarta-feira (7), a Casa Civil da Presidência da República e o Ministério das Relações Exteriores promoveram, no Palácio do Itamaraty, o evento “Diálogo com Embaixadores da UE no Brasil: crescimento, sustentabilidade e políticas públicas”.

Foi especialmente enfatizada a importância do alinhamento do Brasil aos padrões da OCDE de regulação, investimentos e de governança pública.

O ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, reforçou as iniciativas do Centro de Governo na coordenação de políticas e promoção de reformas que incluem a acessão à OCDE e a adesão a seus instrumentos:

“Dos 248 instrumentos nós aderimos a 96 e já temos pedido de análise para mais 46 instrumentos. Estamos comprometidos com as boas práticas do meio ambiente, rigorosa legislação ambiental, matriz energética limpa e temos um sistema de monitoramento.”

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, lembrou que o Brasil quer contribuir para construir soluções sustentáveis, princípios de livre mercado, padrões regulatórios mais elevados:

“No caso da OCDE, a adesão plena, e isso é importante mencionar, porque é um instrumento que vinculará o Brasil mais fortemente ainda a um determinado conjunto de princípios e reforçará esse nosso processo de transformação interna.”

A Ministra da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, acrescentou que o Brasil é principal país capaz de atender à crescente demanda mundial por alimentos, fibras e energias renováveis:

“A OCDE tem sido um importante instrumento para garantir o fortalecimento dessa agenda e certamente contribuirá para que nossos países sejam cada mais prósperos, sustentáveis e inclusivos.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram